(...) a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Quem sou? Bem, isso já é demais (...)
Feita de sonhos.
Porque amar é deixar ir na espera de que volte. Porque amar, acima de tudo, é querer a volta mesmo que, muitas vezes, voltar seja algo fora de cogitação. Porque por mais bonita que seja uma flor, arrancá-la é decretar sua morte sem que ela possa exercer seu direito básico de vida: a beleza. Então, se você ama, deixe ir. Amar não é possessão. Amar é apreciação.

Marcos Filipe. (via expurgar)

Eu quero AMOR dos primeiros dias, eu quero o TEMOR dos últimos dias.

Rodolfo Abrantes (via romanosoito)

o-que-deus-sonhou:

DEUS NÃO ESTÁ MORTO.

A violência no mundo é falta de Deus no coração.

O céu está à nossa espera. Existe recompensa maior que essa?

Max Lucado (via dependent3)

Eu fiz o mundo, Eu fiz o amor. E antes de você nascer, Eu já havia lhe escolhido. O que acontece hoje, Eu recompenso amanhã. Sabe quando você se tranca no seu mundo e chora? Eu estou chorando com você, Eu estou lhe abraçando, às vezes você não sente, mas Eu estou ao seu lado. Sabe quando o mundo parece estar todo contra você? Eu não, Eu nunca vou lhe abandonar, Eu só quero lhe abraçar e lhe ver feliz. Eu lhe conheço como ninguém, o seu coração está aqui na minha mão, Eu posso sentir cada batida… Eu nunca descanso, porque Eu sei que você precisa de Mim todo o tempo. Sabe quando você deita e ora? Eu estou te ouvindo atenciosamente. Sabe quando aquele seu pedido não é realizado? Pois é, coisas melhores irão se realizar… Aquilo não era o bastante. Sabe todo esse sofrimento que você está passando? Eu estou acompanhando, e Eu tento falar no seu ouvido que isso tudo vai passar, mas às vezes você não me escuta… Eu sempre lhe escuto. Por favor, não me culpe, Eu tenho tantos planos para você. Eu te amo, e jamais vou abrir mão de você. Prometo-lhe por meu amor… Com carinho…

Deus. (via derrotador)

Acho que estou andando pra frente. Ontem ri tanto no jantar, tanto que quase fui feliz de novo. Ouvi uma história muito engraçada sobre uma diretora de criação maluca que fez os funcionários irem trabalhar de pijama. Mas aí lembrei, no meio da minha gargalhada, como eu queria contar essa história para você. E fiquei triste de novo (…) Quase consigo me animar com essa história, mas me animar ou gostar de alguém me lembra você. E fico triste novamente. Eu achei que quando passasse o tempo, eu achei que quando eu finalmente te visse tão livre, tão forte e tão indiferente, eu achei que quando eu sentisse o fim, eu achei que passaria. Não passa nunca, mas quase passa todos os dias.

Tati Bernardi. (via inverbos)

E são dos pequenos detalhes que eu mais sinto saudade.

Lila Almeida. (via eternue)


@ acumulou